Sou um edifício constituído por livros e amor

Sou um edifício constituído por livros e amor.

Livros são asas com as quais alçamos altos voos para a vida das personagens, dos milhares, ou milhões de leitores, que, invadidos pela história, transformaram suas vidas.
Livros são uma amostra da eternidade, atravessam eras, o fogo, a água, resistem à guerra e permanecem no imaginário coletivo da humanidade.
Livros perpetuam autores, amores, histórias. Testificam, acusam, enamoram.
Livros enternecem, encantam e colaboram com a personificação de vidas que deixaram de existir por pura falta de sorte.

Amor. Ah! O amor…
Amor é a manifestação de que o ser humano não se basta, não é um fim em si mesmo.
Amor é palavra mais repetida em prosa, poema, volúpia, saudade…
Amor jaz, renasce, ressuscita, revigora.
Amor é feito chuva retinindo em sábado solitário. Amor é feito domingos de almoços familiares.
Amor são grafemas de múltiplos significados. Amor são fonemas a retinir sons inaudíveis da alma enamorada.

Sou um edifício constituído por livros e amor.
Porque “amores são obras, não palavras”.
Afinal, livros são a salvação do tédio, do ócio, da ignorância, da solidão.


Anúncios

2 comentários em “Sou um edifício constituído por livros e amor

Adicione o seu

  1. Texto maravilhoso. O amor pelos livros e o amor pelo amor estão tão claros que não há necessidade de mais nenhuma palavra. O texto é limpo, lapidado, puro. Parabéns.

    Curtir

    1. O pensamento que me motiva e embasa quem sou afirma: “fiz da língua portuguesa o meu mundo interior, usei-a para palavras de amor” (Clarice Lispector). E complemento com Cecília Meireles:
      Ai, palavras, ai, palavras
      que estranha potência a vossa!
      Todo o sentido da vida
      principia a vossa porta:
      o mel do amor cristaliza
      seu perfume em vossa rosa;
      sois o sonho e sois a audácia,
      calúnia, fúria, derrota…
      A liberdade das almas,
      ai! Com letras se elabora…
      E dos venenos humanos
      sois a mais fina retorta:
      frágil, frágil, como o vidro
      e mais que o aço poderosa!
      Reis, impérios, povos, tempos,
      pelo vosso impulso rodam…
      Obrigada por suas palavras e pela sinceridade de sempre quando nos encontramos. Um beijo

      Curtir

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: