A lua da minha janela

Fonte: Google

A lua sobre minha janela
convida-me às divagações de amores antigos
À memória de jovens seduzidas
pelo resplendor do satélite
dos enamorados,
cuja vida fora ceifada pelo desejo
de deter para si a lua do céu,
a lua do mar.

Ismália, a jovem, deixou-se,
como eu,
ser levada por encantos e
memórias de amores antigos.
Divagou, desvaneceu…

Quanto a mim, sobre a janela,
permaneço sublimada, enternecida
pela lua sobre a minha janela
a divagar pelos amores que fui.

Anúncios

4 comentários em “A lua da minha janela

Adicione o seu

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: